sexta-feira, 27 de abril de 2012

LENDAS - A SEREIA IARA




Olá meus amigos, hoje vamos ver um pouco de folclore nacional, com a lenda da IARA ou UIARA, como queiram chamar. Uma lenda muito conhecida nas águas do rio amazonas. 

A Iara ou Uiara era uma especie de sereia muito bonita por sinal, com o corpo de mulher e da cintura para baixo uma cauda de peixe, de pele clara, olhos verdes e cabelos dourados. Dotada de uma voz encantadora, ela enfeitiçava e atrais os índios e pescadores seduzindo-os com seu canto e sua beleza e uma vez encantado não era possível resistir, a vítima caia no rio e era arrastado pela sereia até o fundo. Nunca mais o corpo era encontrado. 

Conta se que para resistir ao encantamento, era necessário fechar os olhos e tapar os ouvidos. Há relatos também sobre um talismã feito de escamas do boto vermelho, que deveria ser usada para quebrar o feitiço da Iara. 

Alguns autores acreditam que a sereia não matava suas vítimas, mas os conduzia até seus palácios subaquáticos e utilizando de seus poderes mágicos ela fazia com que ele sobrevivesse embaixo d´água. Outros ainda dizem que vários índios mantiveram um relacionamento amoroso com a sereia, e teriam voltado para contar a história.

A lenda ganha força, pois vários pescadores que afirmam ter visto a sereia, contam que já fisgaram fios de cabelos dourados com mais de um metro de comprimento. 

Mas nem sempre Iara foi uma sereia. Antes ela era uma belíssima índia, que trabalhava muito e era muito corajosa. Ela se dedicava demais e isto acabava por despertar uma inveja de alguns de sua tribo, entre eles, seu próprios irmãos, pois o pai deles era o pajé e à admirava muito. Então os irmãos resolveram se livrar de Iara, e planejaram mata-la. Certa noite foram até a cabana onde ela dormia, e Iara ouviu o que os irmãos pretendiam fazer, e se defendeu, era uma habilidosa guerreira, porém ela termina por matar os irmãos. Desesperada com o desfecho da história, ela resolve fugir, porém seu pai conduz uma implacável busca, e quando ela finalmente é capturada, eles a atiram no encontro dos rios negro e solimões. Os peixes então trazem o corpo de Iara para a superfície e lá ele é banhado pela luz da lua, transformando-a numa bela sereia. E desde então ela vem seduzido suas vítimas para o mergulho sem volta. 

BIBLIOGRAFIA:

  •  DIVERSAS FONTES DE PESQUISA NA WEB
  • LIVRO MITOS E LENDAS DO FOLCLORE BRASILEIRO, ANDRÉ LUIZ NAKAMURA
*. Imagens retiradas aleatoriamente do google imagens

VEJA MAIS MITOS, LENDAS, SUPERSTIÇÕES E CRENDICES EM: 


Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

VAMOS LÁ DÊ A SUA OPINIÃO, PARTICIPE E COLABORE PARA MELHORAR O BLOG