quinta-feira, 10 de novembro de 2011

QUEBRAR ESPELHOS TRÁS MÁ SORTE?




Quem nunca ouviu falar nesta superstição? Neste post entenda as origens desta superstição, veja como isto se espalhou pelo mundo e porque ainda ouvimos falar disto até hoje.


COMO SURGIU


A superstição tem origem em Veneza, com o surgimento dos primeiros espelhos. Por se tratarem de artigos muito caros, os patrões, afim de evitar que os criados, descuidadosamente quebrassem um item tão precioso, criaram a lenda a cerca da quebra dos espelhos, dizendo que quem o quebrasse seria amaldiçoado com sete anos de azar.

Desconfia-se que a origem desta superstição, seja incrivelmente antiga, mas a parte em que se fala em 7 anos de azar, foi acrescentada a história pelos romanos, que acreditavam que sete anos eram necessários para que o individuo iniciasse um novo ciclo de vida.



COMO FOI DIFUNDIDO


Por lhe-dar com o desconhecido, e por impor medo nas pessoas, (afinal de contas quem quer ter azar na vida não é verdade?), é que a superstição espalhou-se rapidamente, e obviamente ninguém ousava quebrar um espelho apenas para saber se teria azar ou não. Quando a fabricação do objeto em questão começou a baratear, esse mito já encontrava-se tão difundido e arraigado no imaginário europeu e dali se alastrou para o ocidente.



VEJA MAIS MITOS, LENDAS, SUPERSTIÇÕES E CRENDICES EM: 

Reações:

0 comentários:

Postar um comentário

VAMOS LÁ DÊ A SUA OPINIÃO, PARTICIPE E COLABORE PARA MELHORAR O BLOG